Os distúrbios da Tireóide


A tireoide é uma glândula endócrina importantíssima para o funcionamento harmônico do organismo. Os hormônios liberados por ela, T4 (tiroxina) e T3 (triiodotironina) estimulam o metabolismo, isto é, o conjunto de reações necessárias para assegurar todos os processos bioquímicos do organismo.

Os principais distúrbios da tireoide são o hipotireoidismo (baixa ou nenhuma produção de hormônios) e o hipertireoidismo (produção excessiva de hormônios):

a) Hipotireoidismo: Cansaço, Depressão, Adinamia (falta de iniciativa), Pele seca e fria, Prisão de ventre, Diminuição da frequência cardíaca, Decréscimo da atividade cerebral, Voz mais grossa como a de um disco em baixa rotação, Mixedema (inchaço duro), Diminuição do apetite, Sonolência, Reflexos mais vagarosos, Intolerância ao frio, Alterações menstruais e na potência e libido dos homens.

b) Hipertireoidismo: Hiperativação do metabolismo, Nervosismo e irritação, Insônia, Aumento da frequência cardíaca, Intolerância ao calor, Sudorese abundante, Taquicardia, Perda de peso resultante da queima de músculos e proteínas, Tremores, Olhos saltados, Bócio, Comprometimento da capacidade de tomar decisões equilibradas.

O diagnóstico pode ser feito pela dosagem do hormônio TSH produzido pela hipófise e dos hormônios T3 e T4 produzidos pela tireoide.

- Níveis elevados de TSH e baixos dos hormônios da tireoide caracterizam o hipotireoidismo. - Níveis de TSH baixo e alta dosagem de hormônios da tireoide caracterizam o hipertireoidismo.

Central de Atendimento

Tel: 51-3346-6100

  • Facebook

©  2018 por Bioanálises

1280px-Siemens_Healthineers_logo.svg.png