ATENÇÃO - Queimaduras por água viva




Cenário do verão brasileiro: praias lotadas e muita gente aproveitando tudo o que o mar tem de bom. Só que alguns habitantes marinhos podem complicar as férias de muita gente.


É o que está acontecendo nas praias brasileiras, principalmente no Rio Grande do Sul, onde mais de 30 mil pessoas foram queimadas por águas-vivas que, nesta época, surgem nas áreas mais rasas, onde os banhistas se divertem.


Águas-vivas, como o nome sugere, são brancas e transparentes e muitas vezes difíceis de perceber por perto. Quando se dá conta, a queimadura já está doendo muito.


JAMAIS lave o local da queimadura com água doce. JAMAIS. A água doce aumenta a liberação de veneno dos tentáculos e piora a queimação e a dor.


Lave com ÁGUA DO MAR. Isso mesmo. Jogue água do mar com abundância. Peça um baldinho e mande ver. A água do mar facilita a retirada de eventuais tentáculos que estejam grudados na pele liberando mais veneno e provocando mais dor.


Se você observar algum tentáculo grudado, pegue um palitinho de sorvete ou um cartão de crédito e passe delicadamente na pele para retira-lo. Cuidado para não machucar ainda mais.


COLOQUE VINAGRE NA QUEIMADURA: é o melhor produto para diminuir o efeito do veneno na pele e atenuar a dor. Qualquer tipo de vinagre serve. Puro, sem diluir em água. Faça compressas por uns 30 minutos.


Procure um PRONTO SOCORRO se a área queimada for extensa, se a dor estiver muito forte ou se você observar sinais de alergia.


IMPORTANTE SABER que algumas pessoas são alérgicas ao veneno e que a alergia pode ser importante, inclusive com fechamento da glote por edema.

Central de Atendimento

Tel: 51-3346-6100

  • Facebook

©  2018 por Bioanálises

1280px-Siemens_Healthineers_logo.svg.png