Teste de Paternidade

Teste seguro. Podem participar filho, mãe e suposto pai; a mãe pode não participar e em casos de pai falecido é possível fazer a reconstrução a partir de outros familiares.
 

Os estudos de determinação de paternidade são realizados no Departamento de Genética Molecular do Hermes Pardini e são validados pela Sociedade Internacional de Genética Forense (ISFG). As amostras são analisadas por duas equipes diferentes (prova e contraprova). A metodologia utilizada no Departamento de Genética Molecular é o PCR-STR. 

Analisamos no mínimo 15 marcadores de regiões STR para trio, mínimo de 18 marcadores de regiões STR para duo e reconstrução. 
Laudos de Inclusão são liberados com uma probabilidade mínima de 99,9999% para trio e REC01(99,99% para duo e demais reconstruções). 

Laudos com uma probabilidade mínima de 99% apontam para a hipótese de existência de vinculo genético entre os envolvidos; probabilidade abaixo de 99% a evidência genética não é informativa. 
Laudos com índice menor que 0 (zero) a evidencia genética é mais consistente com a hipótese de não existência de vínculo genético entre os envolvidos. 

Laudos de Exclusão são liberados com no mínimo 04 (quatro) discrepâncias genéticas. 

Contamos com vários painéis de marcadores adicionais 
autossômicos e sexuais, totalizando cerca de 60 marcadores disponíveis para complementação da análise. Esse teste, embora raramente, pode apresentar resultado inconclusivo. 

Exame de Paternidade

Central de Atendimento

Tel: 51-3346-6100

  • Instagram Bioanálises
  • Facebook

©  2020 por Bioanálises

1280px-Siemens_Healthineers_logo.svg.png